Posted on Deixe um comentário

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: construindo estratégias para VENCER

felicidade-trabalho

Por Andréa Cordeiro

Planejar é decidir aqui e agora o que fazer no futuro. Ele é um processo contínuo, intencional, coordenado e integrado orientado para tornar realidade o objetivo futuro. Mas, para alcançá-lo você precisa inicialmente escolher pessoas-chave dentro da empresa para participar da elaboração do plano estratégico que tem como objetivo principal nortear sua empresa.

Este documento normalmente é anual, porém algumas empresas optam em desenvolvê-lo a cada dois ou cinco anos. Este tempo vai depender do produto comercializado e da estabilidade econômica do país.

O plano estratégico é um documento bem dinâmico e é usado para direcionar a sua empresa nova e/ou em funcionamento e, o mais importante, é que deve ter prazo definido para a sua execução e aferição dos resultados.

A eficiente utilização do Plano estratégico reduzirá as surpresas e direcionará a tomada de decisão para que haja mais segurança nas suas opções de escolha. É importante saber que para que este documento traga resultados positivos para a sua empresa faz-se necessário que você tenha a consciência da sua importância e necessidade. Ressalta-se, principalmente, que o Plano estratégico fará parte do seu dia a dia independentemente do tamanho da sua empresa, e será feito em conjunto com todos os funcionários, gerentes, diretores, supervisores, entre outros.

Para que o plano estratégico seja feito adequadamente é necessário seguir algumas etapas detalhadas citadas a seguir:

As etapas básicas para a formulação do plano estratégico são:

  1. a) Análise FOFA: forças e fraquezas internas da empresa e oportunidades e ameaças externas a partir das variáveis econômicas, culturais, políticas, demográficas, entre outras;
  2. b) negócio;
  3. c) missão;
  4. d) princípios ou valores;
  5. e) visão;
  6. f) objetivos e metas;
  7. g) estratégias;
  8. h) metas;
  9. i) plano de ação: 5W2H.

Vamos conhecer mais profundamente cada etapa!

A primeira etapa, análise FOFA – interna e externa, deve ser elaborada uma lista contemplando todas as forças e fraquezas da empresa, por exemplo, atendimento personalizado é uma força e falta de gerência é uma fraqueza. Importante nesta fase é levantar informações do atendimento, dos produtos, da localização, do treinamento dos funcionários, enfim, informações que revelam tudo que tem de bom e o que precisa ser melhorada no negócio. Já a análise externa deve se levantar informações das oportunidades e ameaças das variáveis econômicas, culturais, políticas, demográficas, entre outras. Estas informações são encontradas nos jornais de circulação regional (http://www.correioweb.com.br/) ou nacional (http://www.folha.uol.com.br/) e revistas como a Isto É (http://www.istoedinheiro.com.br/), Veja (http://veja.abril.com.br), Exame.com (http://exame.abril.com.br), G1 (http://g1.globo.com/), entre outras.

Já a segunda etapa, tanto o negócio, missão, princípios ou valores, são definidos a partir da filosofia da empresa a partir do que ela acredita ser e de como ela se posiciona no mercado.

Logo em seguida, a terceira etapa é a elaboração da visão, objetivos, metas, estratégias, metas e plano de ação que definem aonde a empresa quer chegar e como irá alcançar.

Por fim, um gestor da sua empresa ou você mesmo irá finalizar o plano estratégico e, em seguida, divulgar o negócio, missão e princípios para o público interno (funcionários e gestores) e externo (consumidores e público-alvo) na homepage da empresa se houver, intranet, mural, corredores, entre outros meios. Já a visão, objetivos, estratégias, metas e plano de ação devem ser divulgados apenas para o público interno (funcionários, gestores).

Entendido para que serve o plano estratégico e quais são as suas etapas chegou a hora de e detalhar cada uma delas para melhor assimilação do conteúdo abordado.

O acompanhamento interno (forças e fraquezas) e externo (oportunidades e ameaças) é um ponto importante para ter êxito na elaboração do plano estratégico, pois é a partir deste levantamento que todas as outras etapas são formuladas. Para se obter sucesso você precisa estar atento as mudanças positivas e negativas tanto nas informações de dentro da empresa como as de fora. Na definição do negócio é importante para entender o ramo de atividade da empresa e, posteriormente, pensar nos benefícios da empresa em relação aos seus clientes internos e externos. Por exemplo, a Nike vende artigos esportivos e define o seu negócio como atitude. Já a Kopenhagen vende bombons de chocolate e define o seu negócio como presente. Percebe-se que o negócio é a definição da filosofia da empresa. Ideal definir o negócio com uma palavra apenas.

A missão define a razão de existir da empresa e para que isso aconteça você terá que responder quatro perguntas: o que a empresa faz? Como a empresa faz? Onde ela faz? E qual responsabilidade social? Deve ser feito um pequeno texto com verbo no infinitivo.

Os princípios são os valores da empresa, são os ideais e a excelência no atendimento é um valor e um ideal. Normalmente utiliza-se o nome da empresa para desenvolver os princípios, assim fica mais fácil à sua memorização. Exemplo: Comprometimento, Ética, Integração, Proatividade e Prontidão. Fonte: http://blog.df.sebrae.com.br.

Já a visão é maior objetivo para a organização. É um desafio a longo prazo para ser alcançado. Este objetivo deve ser possível de ser atingido por todos. Ele não é um sonho apenas, deverá ser viável. Exemplo da Visão da Kopenhagen: “Ser um grupo competitivo que atue de forma abrangente no segmento alimentício, através de um portfólio de produtos com qualidade, representado por marcas fortes, com características e propostas únicas”. Fonte: http://www.kopenhagen.com.br.

Os objetivos, estratégias e metas são as etapas que definem aonde a empresa quer chegar. Importante lembrar que devem ser mensuráveis para garantir que seja avaliado o seu alcance. Por exemplo: Aumentar as vendas em 15%, para o ano de 2017, passando de um faturamento anual de R$ 240.000,00 para R$ 276.000,00.

As estratégias são o caminho para alcançar os objetivos e metas e devem ser formuladas para cada objetivo. O ideal é utilizar a tabela 5W2H que é um checklist das atividades que precisam ser realizadas por pessoas-chave dentro da empresa, quer dizer, as pessoas que estão envolvidas no plano estratégico.

Exemplo:

Plano de ação – 5W2H

Objetivo 01: Satisfazer os clientes.

O que fazer? Por que Onde Quando Por quem? Como Quanto Posição
Treinar os funcionários Reciclagem (processo de vendas) Empresa White Consultores – Asa Norte março e abril de 2017 Consultora Andréa Cordeiro Palestras, elaboração de cases de sucesso, dinâmicas e simulação do processo de vendas. R$ 1.000,00 por funcionário A ser feito a partir de outubro.

Nota-se que para cada objetivo definido no plano estratégico é imprescindível à utilização da tabela 5W2H. Assim, você terá condições de acompanhar as atividades desenvolvidas pelos funcionários-chave envolvidos no plano e analisar se a médio e longo prazo a sua equipe terá condições de alcançar os objetivos traçados.

Boa sorte!

Sucesso!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.